Skip to content

Dólar abre a semana em alta em meio ao crescimento de casos de COVID-19.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 26/10/2020

MERCADO DE CÂMBIO

dólar abriu em alta nesta segunda-feira (26), voltando a ser negociado ao redor R$ 5,65.

Às 9h03, a moeda norte-americana subia 0,27%, vendida a R$ 5,6460. Na máxima até o momento chegou a R$ 5,6591. Veja mais cotações.

Na sexta-feira, o dólar fechou em alta de 0,66%, vendida a R$ 5,6307. Na parcial do mês, acumula alta de 0,22%. No ano, tem valorização de 40,42%.

Leia Mais – Fonte G1

Fonte: Tradingview

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado.

1. Vírus se espalha ainda mais; conversas sobre estímulo ainda em impasse

Os EUA registraram mais de 60.000 novos casos de Covid-19 no domingo, uma queda em relação aos registros diários estabelecidos na semana passada, mas ainda em alta em relação à semana anterior. Embora o alto número seja parcialmente explicado pela expansão dos testes, as hospitalizações, de pouco menos de 42.000, aumentaram cerca de 50% em relação ao mês anterior, enquanto a média diária de sete dias para mortes, de 885, também aumentou mais de 10% em relação a uma semana atrás.

2. Europa se assusta enquanto casos atingem recorde

A Europa cambaleou ainda mais em direção a um bloqueio total quando a França – com apenas 20% da população dos EUA – registrou mais de 52.000 novos casos no domingo, ou quase 90% do número dos EUA. Enquanto isso, a Itália impôs um horário de fechamento nacional às 18h para bares e restaurantes, enquanto o governo da Espanha declarou um novo estado de emergência em todo o país (que pode permanecer em vigor por até seis meses).

3. Ações devem abrir em baixa: SAP choca, AstraZeneca tranquiliza

Os mercados de ações dos EUA deverão abrir marcadamente em baixa, com os investidores assustados com o aumento de casos de Covid-19 e a perspectiva de um inverno longo e difícil.

Às 9h03 (horário de Brasília), os futuros do Dow 30 caíam 297 pontos, ou 1%, enquanto os futuros do S&P 500 caíam 1% e os futuros do Nasdaq caíam 0,8%

4. China sanciona empresas de defesa dos EUA, Ant Group precifica braço de Hong Kong de IPO

A China impôs sanções à Boeing (NYSE:BA); (SA:BOEI34) e à Lockheed Martin (NYSE:LMT); (SA:LMTB34) em resposta ao recente acordo dos EUA para vender armamento de última geração para Taiwan.

A medida veio no momento em que o Partido Comunista da China inicia uma reunião de quatro dias para mapear suas prioridades para os próximos cinco anos. O evento está fechado para a imprensa, portanto suas conclusões podem ser conhecidas apenas no final da semana.

5. Vendas de novas casas e pesquisas regionais do Fed esperadas

Os EUA apresentarão dados de vendas de casas novas para setembro às 11h. As vendas devem atingir 1,025 milhão, o nível mais alto desde os dias agitados do boom do crédito subprime em 2006, embora isso reflita uma desaceleração no crescimento mês a mês de mais de 4% em agosto para 2,8%.

Também haverá pesquisas do Federal Reserve de Chicago às 9h30 e do Federal Reserve de Dallas às 11h30, conforme o foco se intensifica na reunião do comitê de formulação de políticas do Federal Reserve na próxima semana.

Leia Mais – Fonte Investing.com

Fontes:
https://g1.globo.com/economia/dolar/

https://br.investing.com/news/economy/fique-por-dentro-das-5-principais-noticias-do-mercado-desta-quintafeira-792780

Siga nossas redes

Veja mais