Skip to content

Dólar abre em queda e caminha para fechar o mês com desvalorização contra Real

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 30/11/2020

dólar opera em queda nesta segunda-feira (30), caminhando para fechar o mês de novembro com recuo ante o real, acompanhando a fraqueza da moeda norte-americana no exterior.

Às 9h24, a moeda norte-americana caía 0,55%, cotada a R$ 5,2960. Veja mais cotações.

Na sexta-feira, o dólar fechou em queda de 0,17%, a R$ 5,3255, acumulando recuo de 1,13% na semana. Na parcial do mês, acumula baixa de 7,19%, mas ainda tem alta de 32,81% no ano.

O Banco Central aumentou o volume ofertado em leilão de rolagem de swap cambial tradicional (que equivalem à venda de divisas no mercado futuro) previsto para esta segunda-feira, para um ritmo que, se mantido até o fim do mês, representará colocação líquida de dólares no mercado futuro, destaca a Reuters.

Na sexta-feira, o BC anunciou que, entre 11h30 e 11h40 desta segunda, disponibilizaria 16 mil contratos de swap cambial, ou US$ 800 milhões, para rolagem do vencimento 4 de janeiro de 2021.

Leia Mais Fonte G1

Fonte: Tradingview

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado.

1. Tempo de vacinação

As notícias de três candidatos promissores a vacina contra o coronavírus ajudaram a impulsionar o índice Dow Jones para o recorde histórico acima de 30.000 pontos. Os investidores seguirão de perto os planos para o lançamento inicial.

2. Payroll nos EUA, PIB no Brasil e PMIs

As preocupações de que o número cada vez maior de novos casos de covid-19 e as medidas de contenção mais generalizadas têm prejudicado a recuperação do mercado de trabalho, o que significa que os números da folha de pagamento não agrícola de sexta-feira (tradicional payroll) serão observados de perto.

O relatório deve mostrar um sétimo mês consecutivo de alta na criação de empregos, mas o consenso prevê que apenas 500.000 foram adicionados. A taxa de desemprego deve cair de 6,9% para 6,8%, ainda bem acima da taxa de 4,5% em março, antes que grande parte da economia dos EUA entrasse em lockdown.

3. Testemunho de Powell e Mnuchin

O presidente do Fed, Jerome Powell, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, devem testemunhar perante o Comitê Bancário do Senado na terça-feira e novamente no dia seguinte perante o Comitê de Serviços Financeiros da Câmara.

Eles discutirão a Lei Cares, segundo a qual o Congresso em março alocou US$ 2 trilhões em ajuda pandêmica ao Tesouro dos EUA, grande parte da qual foi reservada para apoiar programas de empréstimos do Fed.

4. Reunião da Opep e Petrobras Day

Esperava-se que a Opep e seus aliados, liderados pela Rússia em um grupo conhecido como Opep+, aumentassem a produção de petróleo em 2 milhões de barris por dia a partir de janeiro, para aliviar os cortes recordes de abastecimento que foram implementados em meio a uma queda nos preços no início deste ano.

5. Dados de inflação da zona do euro e no Brasil

Os dados a ser divulgados na terça-feira devem mostrar que a zona do euro desacelerou teve deflação em novembro, com os economistas esperando uma queda de 0,3% com relação ao ano anterior.

O Banco Central Europeu já disse que espera que a inflação atinja a média de -0,2% com relação ao ano anterior no quarto trimestre, mas um quarto mês consecutivo de inflação negativa pode fazer soar o alarme. O economista-chefe do BCE, Philip Lane, alertou recentemente contra a tolerância de inflação baixa.

Leia Mais – Fonte Investing.com

Fontes:
https://g1.globo.com/economia/dolar/

https://br.investing.com/news/economy/fique-por-dentro-das-5-principais-noticias-do-mercado-desta-quintafeira-792780

Siga nossas redes

Veja mais