Skip to content

DÓLAR ABRE ESTÁVEL NESTA SEXTA-FEIRA, DE OLHO NOS EUA X CHINA

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 24/07/2020

Por: Marcelo Coutinho

MERCADO DE CÂMBIO

Dólar abre em estável nesta sexta-feira após forte alta na véspera de 1,92%.

Às 9h04, a moeda era vendida a R$ 5,2250, em alta de 0,21%. Veja mais cotações.

Na quinta-feira, o dólar teve alta de 1,92%, a R$ 5,2142. Na parcial do mês, o dólar acumula queda de 4,14%, mas segue com alta de 30,04% no ano.

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercadoLeia Mais

1. Medo de recuperação lenta dos EUA como mercado de trabalho e negociações de estímulo paralisadas

As preocupações de que a recuperação econômica dos EUA possa estar perdendo fôlego enviaram um calafrio aos mercados globais, atingindo ativos de risco e apoiando refúgios.

2. Mercados chineses caem com Trump ameaçando acordo comercial

Outro fator que pesa sobre os ativos de risco é a mais recente briga diplomática entre China e EUA. Pequim ordenou que os EUA fechassem seu consulado em Chengdu em uma resposta a determinação de Washington que a China encerrasse as operações em Houston.

3. Euro atinge alta de 22 meses com o retorno da zona do euro ao crescimento

O dólar perdeu terreno em relação a muitas outras moedas, reforçando as suspeitas de que haverá um declínio prolongado em relação aos pares do mundo desenvolvido. A divisa norte-americana perdeu seu prêmio de taxa de juros e o país parece estar à beira de outra recaída econômica.

4. Bolsas sinalizam queda na abertura

Os mercados de ações dos EUA devem abrir no negativo e devem permanecer sob pressão até que o fluxo de notícias EUA-China melhore ou o Congresso possa fazer progressos mais substanciais no próximo pacote de estímulos.

5. Intel e Disney decepcionam com atrasos

Os investidores esperam que essas empresas possam fornecer notícias melhores do que a Intel fez após o fechamento da quinta-feira. As ações da Intel caíram 11,8% no pré-mercado depois de anunciar outro atraso na produção de sua nova geração de chips de 7 nanômetros.

Fontes: Fonte: G1Investing.com

Siga nossas redes

Veja mais