Skip to content

Dólar opera em alta à espera de definições sobre juros

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 27/07/2021

dólar opera em alta nesta terça-feira (27), apesar das expectativas sobre uma maior alta na Selic em agosto, e à espera da decisão sobre juros nos Estados Unidos, que será divulgada na quarta-feira (28).

Às 9h04, a moeda norte-americana era vendida a R$ 5,1870, em alta de 0,26%. Veja mais cotações.

Na segunda-feira, o dólar fechou em queda de 0,71%, a R$ 5,1737. Com o resultado, a moeda norte-americana acumula alta de 4,04% no mês e queda de 0,26% no ano.

Fonte: TradingView

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira

1. Balanços e Política no Brasil

A temporada de balanços do segundo trimestre começa a ganhar tração. O mercado hoje repercute os números divulgados pela TIM Brasil (SA:TIMS3) e pela EDP Brasil (SA:ENBR3), enquanto aguarda uma série de resultados que serão divulgados após o fechamento, como os de Carrefour Brasil (SA:CRFB3), Vamos (SA:VAMO3), CSN (SA:CSNA3), Unidas (SA:LCAM3), CSN Mineração (SA:CMIN3), Assaí (SA:ASAI3) e Vivo (SA:VIVT3).

Na frente política, reforma tributária, Bolsa Família, reforma ministerial e fundo eleitoral seguem no radar. Na segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reafirmou que irá vetar a proposta de R$ 5,7 bilhões para o fundo eleitoral, mas sinalizou a aprovação de R$ 4 bilhões.

Em relação ao Bolsa Família, o presidente afirmou que sua reformulação pode ser enviada ao Congresso por meio de uma PEC. Nesse caso, haveria mais riscos de o teto de gastos ser extrapolado.

CONFIRA: Calendário de Balanços do Investing.com

2. Pânico nas ruas de Xangai, Shenzhen, Hong Kong…

O pânico de vendas tomou conta dos mercados de ações e títulos chineses, à medida que os investidores fugiram em resposta a uma repressão regulatória cada vez mais ampla às empresas de tecnologia.

índice Hang Seng de Hong Kong caiu 4,4% e seu índice de tecnologia caiu 6,7% para o menor valor em mais de um ano, desencadeando vendas forçadas também nos mercados do continente: O FTSE China A50 caiu 4,0% e o Shanghai Shenzhen CSI 300 caiu 3,5% para o seu nível mais baixo desde outubro.

Os relatórios da Newswire sugeriram que a ‘Equipe Nacional’ de bancos e corretoras controlados pelo estado, que frequentemente intervém para estabilizar o mercado durante seus surtos de volatilidade, tinha se destacado por sua ausência.

Em contraste com a venda de segunda-feira, houve poucas notícias concretas direcionando a atividade de terça-feira, mas sim rumores de vendas generalizadas de ativos chineses pelos EUA e outros investidores estrangeiros. Isso também fez com que o iuan offshore caísse até 0,6% e prejudicou ainda mais um mercado de títulos local que já estava sob pressão.

CONFIRA: Cotação dos principais índices globais

3. Tesla bate recordes e futuros dos EUA mistos

As ações da Tesla (NASDAQ:TSLA) (SA:TSLA34) subiam mais de 1% no pré-mercado, depois que a fabricante de veículos elétricos relatou um lucro trimestral recorde correspondentes aos números de entrega recorde que já havia publicado.

O melhor desempenho operacional da empresa chamou a atenção, com a confiança histórica nas vendas de créditos de carbono perdendo importância (eles representavam apenas 3% da receita do grupo, em comparação com 7% um ano atrás). O lucro por ação de US$ 1,45 ficou mais de 50% acima das expectativas. A empresa gerou lucro suficiente para absorver um prejuízo de US$ 23 milhões em sua carteira de {{1057391|Bitcoin} sem muito esforço.

No entanto, a atualização não estava isenta de defeitos: a empresa atrasou novamente o lançamento de seu caminhão Semi e não deu nenhuma palavra sobre quando sua picape Cybertruck chegaria ao mercado. O CEO Elon Musk, que está atualmente em julgamento por supostamente fraudar acionistas com a aquisição da Solar City há cinco anos, também disse que não participará de teleconferências de resultados.

Nos mercados de ações, os futuros de Nova York devem abrir mistos, em um eco em relação aos acontecimentos na Ásia. As negociações devem permanecer moderadas enquanto o Federal Reserve inicia sua reunião de política monetária de dois dias, que alguns esperam fornecer evidências mais claras de uma mudança em direção à retirada de alguns estímulos durante a segunda metade do ano.

Às 08h47, Dow Jones futuros e S&P 500 futuros caíam respectivamente 0,21% e 0,13%, enquanto Nasdaq futuros operavam estáveis com leve alta de 0,02%.

Apple (NASDAQ:AAPL) (SA:AAPL34), Alphabet (NASDAQ:GOOGL) (SA:GOGL34) e Microsoft (NASDAQ:MSFT) (SA:MSFT34) devem divulgar balanço após o fechamento, outro motivo pelo qual as negociações podem ser moderadas nesta sessão. General Electric (NYSE:GE) (SA:GEOO34), United Parcel Service (NYSE:UPS) (SA:UPSS34) e 3M (NYSE:MMM) (SA:MMMC34) divulgam antes da abertura.

Os pedidos de bens duráveis para junho, junto com as atualizações regulares sobre preços dos gastos dos consumidores (PCE, na sigla em inglês) e a pesquisa mensal de confiança do consumidor do Conference Board são os destaques do início do dia.

LEIA MAIS: BC aprova cisão da participação do Itaú Unibanco na XP

4. Acorde e sinta o cheiro do café na máxima de sete anos

Os futuros do café continuam sua ascensão como um foguete na segunda-feira, após novas previsões meteorológicas de outra onda de frio em áreas de cultivo importantes no Brasil, o maior produtor mundial.

Futuros do café arábica nos EUA subiu outros 10% para o seu nível mais alto em quase sete anos depois que a agência brasileira de abastecimento de alimentos Conab disse que as geadas da semana passada atingiram 150.000 a 200.000 hectares (494.210 acres) em 11% da área de cultivo do arábica no Brasil.

Analistas citados pela Reuters disseram que a extensão do dano real à safra de 2022 ainda não estava clara e que suas estimativas do déficit real estavam em uma ampla faixa entre 5,5 e 9 milhões de sacas. Na semana passada, a estimativa era de apenas 2-3 milhões.

Os futuros consolidaram uma queda de cerca de 0,6% na sessão noturna. Os futuros do café robusta em Londres, enquanto isso, subiam 2,45%, para uma máxima de quatro anos. O Starbucks (NASDAQ:SBUX) (SA:SBUB34) vai divulgar balanço hoje após o fechamento.

LEIA MAIS: Correção no Café Pode Permitir Ótima Compra Antes de Romper Máxima de 2011

5. Petróleo mistos devido à Covid-19, escassez de combustível

Os preços do petróleo bruto caíram durante a noite após um conjunto misto de notícias sobre a demanda de combustível e o progresso da pandemia, mas tiveram uma pequena recuperação nesta manhã.

Às 08h58, os contratos futuros do petróleo WTI, negociado em Nova York, operavam estáveis a US$ 71,90 o barril, enquanto os futuros do petróleo Brent subiam 0,14%, a US$ 73,79 o barril, antes do lançamento do número de estoques do petróleo bruto do Instituto Americano de Petróleo às 17h30.

A Bloomberg informou na segunda-feira que a American Airlines (NASDAQ:AAL) (SA:AALL34) e a Southwest Airlines (NYSE:LUV) (SA:S1OU34) estavam enfrentando escassez de combustível para aviação, no que parece ser mais uma evidência da recuperação da demanda à frente de fornecimento. Também houve notícias melhores da Europa, onde o Reino Unido e a Holanda novamente relatou quedas acentuadas em novos casos de Covid-19, enquanto as curvas de infecção na Espanha e Portugal se achataram ainda mais.

No entanto, os casos continuam a aumentar na França, Alemanha e Itália, e atingiram o maior número desde março nos EUA. em mais de 88.000 na segunda-feira.

https://g1.globo.com/economia/noticia/2021/07/27/dolar.ghtml

https://br.investing.com/news/stock-market-news/fique-por-dentro-das-5-principais-noticias-do-mercado-desta-tercafeira-897175

Siga nossas redes

Veja mais