Skip to content

Dólar opera em alta com foco em cautela internacional e política doméstica

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 04/12/2020

dólar abriu em alta nesta segunda-feira (7), após registrar forte queda na semana passada, em início de semana marcado por sinais de tensão nas relações entre Estados Unidos e China e temores crescentes em torno das negociações de um acordo comercial pós-Brexit. No Brasil, as atenções voltavam para Brasília depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) barrou a possibilidade de reeleição dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Às 9h11, a moeda norte-americana subia 0,69%, a R$ 5,1591. Na máxima até o momento chegou a R$ 5,1701. Veja mais cotações.

Na sexta-feira, o dólar fechou em queda de 0,32%, a R$ 5,1236, no menor patamar de fechamento desde 22 de julho (R$ 5,1161). Na semana, caiu 3,79%. Na parcial de dezembro, passou a acumular um recuo de 4,17%. No ano, porém, o avanço ainda é de 27,78%.

O Banco Central fará nesta segunda-feira leilão de swap tradicional para rolagem de até 16 mil contratos com vencimento em abril e agosto de 2021.

Leia Mais Fonte G1

Fonte: TradingView

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta sexta-feira

1. AirBnB, DoorDash com IPOs fortes

A confiança dos mercados de ações dos EUA, fomentados pelo desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19 esteve em evidência no fim de semana quando o AirBnB aumentou a faixa do IPO, que deve fechar esta semana.

Relatos apontam que os coordenadores da oferta do AirBnB subiram a faixa de US$ 44 a US$ 50 por ação para US$ 56 a US$ 60, um aumento de 23%. A extremidade superior da nova faixa avaliaria a empresa de aluguel online em US$ 42 bilhões, uma prova forte sobre como o mercado vê o mercado de viagens que, segundo os especialistas da indústria, deverá suportar os danos de longo prazo da pandemia.

2. Libra cai com preocupações sobre o Brexit

A libra e as ações do Reino Unido caíram, arrastando o euro para baixo, conforme as negociações sobre as relações comerciais entre a UE e o Reino Unido continuam.

Uma cúpula de líderes da UE na quinta-feira representa a última chance realista de ter um acordo selado e ratificado até o final do ano.

3. Ações devem abrir em queda com rali enfraquecido antes do Fed

As ações americanas devem abrir em queda com a pausa no rali da última semana.

Dow Jones Futuros e o S&P 500 Futuros caíam 0,41%, enquanto o Nasdaq 100 Futuros recuava 0,09%.

Os mercados estarão de olho no progresso que pode ser feito nas negociações sobre o pacote de estímulo fiscal de US$ 908 bilhões proposto por um grupo bipartidário de congressistas. Os dados fracos do mercado de trabalho no mês passado aumentaram a pressão para que algo fosse aprovado no curto prazo.

4. Exportações da China sobem enquanto os EUA preparam mais sanções

A economia da China está se fortalecendo – pelo menos de acordo com uma métrica que provavelmente irritará o presidente Donald Trump. As exportações da China saltaram 21% no ano em novembro, um aumento acentuado de um ganho de 11% em outubro. As importações, por sua vez, aumentaram 4,5%, mais fracos do que o esperado, consistente com relatos de redução na compra de energia depois que as refinarias do país consumiram muito petróleo no verão, quando ele ainda era comercializado a preços menores.

5. Commodities atingem resistência após forte alta

As commodities também pararam para respirar, com o Petróleo Brent Futuros em queda de 0,89% a US$ 48,81 e o Petróleo WTI Futuros recuando 1,06%, a US$ 45,77. Os futuros do cobre caíam 0,8% para US$ 3,4962 a libra e os futuros da soja recuavam 0,8% para US$ 1.152 a tonelada.

Leia Mais – Fonte Investing.com

Fontes:

https://br.investing.com/news/stock-market-news/fique-por-dentro-das-5-principais-noticias-do-mercado-desta-segundafeira-810299
https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/12/07/dolar.ghtml

Siga nossas redes

Veja mais