Skip to content

Dólar opera em leve queda, mas segue negociado acima de R$ 5,35

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 23/08/2021

O dólar opera em leve queda nesta segunda-feira (23), acompanhando o comportamento da divisa norte-americana no exterior, com os investidores de olho nos próximos passos de política monetária nos Estados Unidos e monitorando a tensão política doméstica.

Às 9h17, a moeda norte-americana recuava 0,33%, cotada a R$ 5,3624. Veja mais cotações.

Na sexta-feira, o dólar fechou em queda de 0,77%, a R$ 5,3803, mas acumulou alta de 2,58% na semana. No mês, sobe 3,27%. No ano, o avanço é de 3,72% ante o real.

Fonte: TradingView

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta segunda-feira

1. Apoio de Yellen ao segundo mandato de Powell no Fed; economia europeia esfria

As chances de Jerome Powell de ser nomeado para um segundo mandato como presidente do Federal Reserve parecem ter aumentado drasticamente.

Uma reportagem da Bloomberg no fim de semana disse que a secretária do Tesouro, Janet Yellen – ela mesma uma veterana do banco central – disse aos conselheiros da Casa Branca que ela apoia um segundo mandato para Powell, que tem sido um valioso aliado em acalmar os temores de inflação à medida que o novo governo expôs seus vastos planos de gastos.

LEIA MAIS – A “Open Mouth” do Fed: o Que Esperar do Simpósio de Jackson Hole

O vazamento pode dar a Powell mais confiança para sinalizar o início da eliminação gradual das compras de títulos no simpósio do Fed em Jackson Hole no final desta semana.

No entanto, comentários na sexta-feira do chefe do Fed de Dallas Robert Kaplan, que disse que o Fed precisa ser flexível no estímulo enquanto os riscos de pandemia ficarem fora de controle novamente, reduziram ligeiramente as chances de um início imediato de redução gradual, disseram analistas.

CONFIRA: Monitor da taxa de juros do Federal Reserve

Já a economia da zona do euro enfraqueceu mais do que o esperado, mas continuou a se expandir em um ritmo rápido em agosto, a julgar pelos índices do gerente de compras divulgados pela IHS Markit.

PMI composto da zona do euro preliminar caiu para 59,5 de um máximo histórico de 60,2 em agosto, com a última onda de Covid-19 ainda não o suficiente para influenciar a atividade de negócios ou consumidor.

2. Riscos locais e externos impactam investimentos no Brasil

Os riscos fiscais e políticos do país, junto com um cenário global mais cauteloso, criam um panorama adverso para investimentos locais, já que os investidores optam por mais segurança, com a inflação e o dólar elevados e um Ibovespa mais baixo, apesar dos bons fundamentos das empresas. Cálculos do economista Livio Ribeiro, do Ibre/FGV, indicam que, com base nos fundamentos econômicos do Brasil, em especial, as contas externas equilibradas, a moeda norte-americana poderia valer R$ 4,20, quase 30% a menos que a faixa dos R$ 5,30/R$ 5,40 atual, segundo a Folha de S. Paulo.

Porém, a instabilidade local faz com que empresas exportadoras escolham manter o dólar no exterior, assim como motiva a saída de investidores estrangeiros, que nos últimos 12 meses retiraram quase US$ 70 bilhões do país. O dólar mais alto afeta diretamente no aumento da inflação, via a importação de produtos e as commodities cotadas em dólar, como petróleo, trigo e proteína animal. Os preços mais elevados obrigam o Banco Central a subir os juros, encarecendo a dívida nacional, e para atrair investidores dispostos a financiá-la, é preciso encarecer ainda mais a taxa dos juros, criando um ciclo vicioso.

CONFIRA: Cotação das ações brasileiras

3. Biden convoca as companhias aéreas, enquanto os aliados pressionam por um prazo estendido para a evacuação do Afeganistão

O Taleban teria recusado sugestões de que o prazo para a retirada das forças dos EUA e sua equipe de apoio do Afeganistão pudesse ser estendido.

O presidente dos EUA, Joe Biden, está sob forte pressão para fazer mais após as cenas caóticas que acompanharam o colapso do governo afegão e o retorno dos militantes islâmicos ao poder na semana passada. No fim de semana, ele convocou 18 aviões de seis companhias aéreas civis para ajudar a transportar civis para a segurança.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson – também alvo de muitas críticas na semana passada – pedirá a Biden que prorrogue o prazo em uma cúpula do G7 na terça-feira, a fim de evacuar o maior número possível de afegãos que enfrentam retaliação do Taleban após trabalharem para apoiar forças ocidentais durante os últimos 20 anos.

Porta-vozes do Taleban disseram à Reuters na segunda-feira que não haviam recebido nenhum pedido formal de prorrogação.

CONFIRA: Cotação dos principais índices globais

4. Ações devem abrir em alta

Os mercados de ações dos EUA devem abrir em alta mais tarde, com uma medida do apetite ao risco retornando ao redor do mundo depois que a China não relatou nenhum novo caso de Covid-19 no país pela primeira vez desde julho.

Às 8h11, Dow Jones futurosS&P 500 futuros e Nasdaq 100 futuros estavam subindo respectivamente 0,42%, 0,32% e 0,27%. O EWZ, fundo de índice que mede o desempenho das principais ações brasileiras em Nova York, avançava 0,4%.

As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem especialistas em apps de compartilhamento como Uber (NYSE:UBER) (SA:U1BE34), Lyft (NASDAQ:LYFT), e DoorDash (NYSE:DASH), depois que a Suprema Corte da Califórnia decidiu na sexta-feira que a medida que os isenta da obrigação de tratar os motoristas como funcionários é inconstitucional.

CONFIRA: Cotação das ações dos EUA no pré-mercado em Wall Street

5. O petróleo se recupera com as melhores notícias da China

Os preços do petróleo bruto se recuperaram depois de perder cerca de 8% na semana passada devido a preocupações com a Covid-19 e seu impacto no equilíbrio entre oferta e demanda. As perspectivas melhoraram no fim de semana, depois que a China disse que não havia transmissão comunitária do Covid-19 pela primeira vez desde o mês passado.

Por volta das 08h16, os contratos futuros do petróleo WTI avançavam 2,82%, a US$ 63,91 o barril, enquanto o petróleo Brent tinha ganhos de 2,97%, a US$ 66,66 o barril.

CONFIRA: Cotação das principais commodities globais

A alta segue um relatório na sexta-feira que posições especulativas líquidas em futuros de petróleo, que apresentou queda no nível mais baixo em nove meses na semana passada.

No fim de semana, o primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennet, disse que pressionará Joe Biden em uma reunião na quinta-feira para descartar os planos de negociações sobre o levantamento das sanções contra o Irã por sua retomada do refino de urânio de alta qualidade, o que o deixa cada vez mais perto de ser capaz para fazer armas nucleares.

https://br.investing.com/news/stock-market-news/fique-por-dentro-das-5-principais-noticias-do-mercado-desta-segundafeira-908347
https://g1.globo.com/economia/noticia/2021/08/23/dolar.ghtml

Siga nossas redes

Veja mais