Skip to content

DÓLAR RECUA, MAS SEGUE COTADO ACIMA DOS 5,20

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 17/06/2020

De Olho no Mercado | Frente Corretora de Câmbio – Parceiro Oficial BankRio Exchange

Por: Martine

Mercado mundial

EIA e Opep devem divulgar dados de petróleo

O governo dos EUA divulgará seu relatório semanal sobre a produção doméstica de petróleo às 11h30, com estimativas dos analistas de um declínio de 152.000 barris nos estoques de petróleo, que parecem vulneráveis ​​a uma surpresa negativa depois que o Instituto Americano de Petróleo reportou um aumento surpreendente nos estoques no final da tarde de terça-feira.

Antes disso, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo divulgará seu relatório mensal sobre o estado do mercado de petróleo e deverá corroborar as revisões de alta da Agência Internacional de Energia para a demanda bruta para este ano e no próximo. A agência de notícias russa TASS informou que alguns países do acordo ‘Opep +’ sobre restrição de produção ainda não cumpriram totalmente o acordo em maio, algo que poderia tornar o apoio da Rússia a uma extensão ainda mais problemática.

Os contratos futuros de petróleo caíam 1,7%, a US$ 37,72 por barril, enquanto os futuros de Brent caíam 1,3%, a US$ 40,41 por barril. Leia mais

Índices da China fecham perto da estabilidade com medidas de Pequim para conter novos casos de vírus

As ações da China fecharam com pouca alteração nesta quarta-feira, com os investidores permanecendo cautelosos devido às restrições de viagens e movimento impostas por Pequim em algumas áreas para conter o ressurgimento de casos de coronavírus na capital.

As empresas farmacêuticas fecharam em alta, com o subíndice de saúde saltando 2,32%. A Shanghai Shenqi Pharmaceutical Investment Management liderou os ganhos, fechando em seu limite diário de alta de 10%. Leia mais

Energia mais barata desacelera inflação da zona do euro

A inflação na zona do euro desacelerou mais em maio na comparação com o ano anterior, como esperado, pressionada pela queda nos preços de energia, mostraram nesta quarta-feira dados da agência de estatísticas da União Europeia.

A Eurostat informou que os preços ao consumidor nos 19 países que usam o euro caíram 0,1% em maio sobre o mês anterior e tiveram avanço de 0,1% na comparação com o ano anterior –como esperado em pesquisa da Reuters. Leia mais

Mercado brasileiro

Dólar fecha em R$ 5,23, em alta, após EUA dizer que sai de crise

Nesta terça-feira (16), o dólar teve alta de 1,76%, fechando em R$ 5,23.  No entanto, os dados sobre a economia americana tinham criado expectativa de que os Estados Unidos estariam deixando a crise econômica causada pela pandemia de Covid-19. Leia mais

Ibovespa fecha em alta com expectativas de mais estímulos globais

O tom positivo prevaleceu na bolsa paulista nesta terça-feira, véspera dos vencimentos de opções sobre o Ibovespa e do índice futuro, apoiado pelo noticiário de estímulos econômicos.

Após o Federal Reserve anunciar na véspera que comprará títulos de dívida privada de empresas, repercutiram nesta sessão notícias de que o governo dos Estados Unidos prepara pacote de 1 trilhão de dólares em infraestrutura e que o Japão tomará mais ações se necessário.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa fechou em alta de 1,25%, a 93.531,17 pontos, encerrando uma sequência de quatro pregões de queda. Na máxima da sessão, chegou a superar os 95 mil pontos. O volume financeiro totalizou 30,3 bilhões de reais.

No Brasil, também repercutiram comentários do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a lei das transações tributárias. Ele descartou o uso de parcelamentos nos moldes do Refis, afirmando que o mecanismo “tem que empurrar para a frente”. Leia mais

Fonte – Blog – Frente Corretora – Clique Aqui

NOTÍCIAS E CURIOSIDADES DO MERCADO DE CÂMBIO:

  • Na terça, moeda norte-americana encerrou o dia em alta de 1,84%, a R$ 5,2365.– Fonte: G1
  • Dólar recua contra real após ganhos recentes, mas segue acima de R$5,20 – Fonte: Investing.com

Siga nossas redes

Veja mais